BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

31 de dez de 2008

FELIZ ANO NOVO


Depois de tantas conquistas nos dois últimos anos, caí na real de que o que importa não é pedir, e sim agradecer, por tudo o que conquistamos a cada dia. Porque pedir parece uma coisa meio egocentrista de ser, que só quer, quer, quer e nada faz pra merecer.
Quero agradecer por todas as conquistas, principalmente as de 2008 e desejar o melhor ano novo de uma vida inteira para todas as pessoas. Inclusive para os tais desconhecidos e indesejáveis e os conhecidos mas também indesejáveis. Espero que todos vocês tenham um ótimo ano de 2009 e muita, mas muita evolução do espírito mesmo.

Eu vibro ROSA pra todos vocês.

O que importa é a gente perceber que é hoje uma pessoa melhor do que foi ontem e não ter medo de reconhecer as cagadas que faz na vida.

O melhor ano novo do universo principalmente para os meus amigos queridos, de longe ou de perto, mas aqueles que carrego sempre no coração. Vibro mais ROSA ainda para estes daqui.

E, como o que importa é agradecer, lá vou eu...
Agradeço pelas conquistas pessoais tais como:

1. A grande e imensurável amizade de Flávia 'n Melissa e Nana Ferreira (paus pra toda obra);
2. Meu casamento e minha casa própria;
3. Minha câmera que me faz parar o tempo e recordar uma história inteirinha a partir de um momento congelado;
4. Algumas pessoas que consegui fazer que me enxergassem da maneira que eu realmente sou e não apenas um narizinho empinado no meio de tantos narizes empinados dessa vida;
5. Às pessoas que pelo seu modo terrível de viver, ser e agir, me fizeram e enxergar que não devemos esperar nada de ninguém. EU SOU BEM LEGAL!

Muita saúde ao sobrinho, filho da cunha, que vem por aí no mês da mentira. Para os outros queridos e também, claro!

A todos os RAROS (que sabem quem são) de perto ou de longe, mas os do coração, O MELHOR ANO NOVO DO MUNDO!!!

E, a todos os 13 (like me, os outros que com o espaço entre os nomes soma 13 tb!) O ANO NOVO MAIS 13 DESSA VIDA!

E ao meu querido esposo, o melhor ano das nossas vidas com a nossa família! AMO DEMAIS.

Obs. Aos meninos vale uma dica: Lembrem-se que 80% da beleza das mulheres não é à prova d'água, sai com um bom demaquilante! Vai dormir com uma princesa e acorda com um tribufu! Se liga mané!

Hoje é dia de tirar toda a uruca: pular 7 ondas, jogar flor pra Iemanjá, vestir branco e pedir... NADA! Só agradecer, porque "o que tiver que ser será meu, tá escrito nas estrelas vai reclamar com DEUS!"

EU QUERO É MAIS!
2009 pode vim quente que eu to fervendo! UHU!
Sede de vida!

Ótimas vibrações!

27 de dez de 2008

Vida

My reason to live

10 de dez de 2008

Tudo Azul? Nem tanto assim...FUCK!


Elá fui eu, bela e formosa pelas ruas da ilhota até o supermercado mais próximo buscar os itens que falatavam para o café da manhã.

  1. Uma das poucas vezes que saí com esta função;
  2. Uma das poucas vezes também que acordei às 06:40 da manhã e não consegui mais dormir....

Enfim...

Cheguei no mercado, fiz as compras e comecei a descarregá-las no caixa:
-"Ops! Esqueci de pesar as laranjas. Já volto moça."

Peguei o carrinho e quando estava quase chegando na balança:
-"Ops! Cadê o papelzinho que deixei aqui preso na calça?"

P.S: O tal papelzinho era minha lista de compras e continha duas notas de cinquenta reais enroladas dentro.

- "CARALHO! Não acredito! Perdi cem reais", sim cem reais na porra do mercado!
Assim, simples assim... PUFT! Gone (in less than sixty seconds! rsrsrs)!

E olha que o dinheiro nem era meu, era do caixa da pousada.
O pior de tudo foi olhar na tela do computador da caixa e ver que eu nem precisava ter levado os cem reais, assim o desfalque seria menor no meu bolso também. Afinal de contas uma nota de cinquenta reais e mais os trocados que estavam no carro bastariam.

Peguei as compras e trouxe pro hotel porque já tava nos 45 do segundo tempo pra começar o café da manhã; peguei cem reais do meu pobre salarinho (que cá entre nós, havia acabado de receber) e fui ao mercado pagar a dívida.

Mas tá tudo certo. Já dizia o poeta: dinheiro na mão é vendaval.
Pelo menos fiz alguém mais feliz no fim do ano.... ou mais nóia! rsrsrs

Boas vibrações!

6 de dez de 2008


Vibrações rosa!

Casa Própria X Inferno Astral

O sonho da casa própria finalmente se concretizou.
E como é engraçada essa vida.
Num dia você termina com seu namorado, fica sem eira nem beira, numa cidade onde não conhece muita gente, mas se recupera e, depois de um tempo vocês voltam, bem mudados (o que é ótimo, por sinal), resolvem juntar os trapos e "casar".

Okei... mas... quem casa quer casa? Certo mamãe?
E foi bem isso mesmo que aconteceu.

Depois de um ano hospedados, eis que encontramos uma casinha liiiinda e com um quintalzão ótimo pra toda a cachorrada.

Claro que os PAItrocínios rolaram na hora, bem como alguns palpites e opiniões sobre como vai ser, o que vai ter que fazer etc... alguns bem válidos, outros nem tanto. Mas faz parte.

A casa tá lá, cada dia mais bonita e com a nossa presença e a da nossa família linda ficará melhor a cada dia.

Energia positiva!

Agradeço a todos os BONS amigos que torceram sempre a favor das coisas boas pra gente e àqueles que quando souberam da novidade ficaram tão felizes como se fosse com eles.


Por isso, deixo aqui avisado que dia 13, data do aniversário da mais 13 (treze), faremos um churras de inauguração.
Só os BONS amigos estão convidados.
Porque é só para os RAROS.


A propósito, Priscila Rocha tem 13 (treze) letras.
Mais 13 impossível.

Inferno astral que NADA!

Boas vibrações, pra vocês e pra mim!

26 de nov de 2008

Apesar de tudo....

Tem coisas na vida que ainda valem à pena!
Tipo a arara do Sr. Ademar, que eu pude chegar bem pertinho porque ele cria ela soltinha no quintal de casa.
Boas vibrações!

Quero ser peão de novo!

Nossa! Como é difícil tentar entender as pessoas.
Como é difícil também tentar ser legal com suas funcionárias da empresa, deixá-las terminar o serviço mais cedo e ir embora, de repente ir embora até sem elas terem arrumado o seu quarto que já estava uma bagunça!
Mas é errando que se aprende!
O mais difícil pra mim às vezes é ter que mandar, mesmo porque eu falo de um jeito tão educado com as pessoas que elas pensam que são minhas amigas... mas não são!
Não consigo mandar.

O mais foda de tudo isso é que no final FODA-SE os dias que eu as dispensei mais cedo, FODA-SE os dias que falei que podiam limpar meu quarto no dia seguinte, FODA-SE os dias que falei que meia hora não adiantaria o serviço da lavanderia... atrasado há mais ou menos 2 semanas...
FODA-SE, patrão NUNCA é legal!
Mas de hoje em diante pra mim vai ser assim: FODA-SE se você é legal; FODA-SE se você terminou tudo o que tinha que fazer antes do horário, vá arrumar outra coisa pra fazer, afinal sempre tem alguma coisa pra fazer em um hotel e, finalmente, FODA-SE se você quer tomar café da manhã aqui. Não tem mais!

Para quem mora em Ilhabela, está claro que a partir de Novembro os funcionários de hotéis e pousadas daqui não tem mais folga dia de semana tampouco domingo. O rotatividade e o fluxo de pessoas é tamanho que fica inviável dar folga para os funcionários.
Há 1 semana atrás eu falei ppras meninas aqui da pousada que não ia mais ter folga, e, elas concordaram.
E não é que ontem, a mais bocuda e insolente de todas, resolveu tirar folga. assim, simples assim, como se ela fosse a porra da gerente da governança.

Pois hoje eu chamei ela pra conversar:
"- Bom dia fulana, o que aconteceu que você não veio trabalhar ontem?"
"-Ah! Tirei folga. Falei com a sicrana e a gente viu que essa semana tava tranqüilo e combinei com ela de nós duas tirarmos folga essa semana."
"-AAhhhh, tá... e você não avisou porque?"
"-Porque a gente nunca avisou das outras vezes."
"-Mas não tava combinado que não tinha mais folga? Você tinha que ter me avisado. Aliás, acho que você ser e ter um pouco mais de humildade ao falar com as pessoas...."
"-É? Você também."

Meu pensamento: Helloooo amiga.... quem tá cantando de galo aqui é você!
Sem comentários.

Inscrições abertas para o processo de seleção de novas funcionárias da Pousada Rafimar!
O que pode haver de mais tolo e improdutível do que a falta de humildade?

humildade
hu.mil.da.de sf (lat humilitate) 1 Virtude com que manifestamos o sentimento de nossa fraqueza. 2 Modéstia. 3 Pobreza. 4 Demonstração de respeito, de submissão. 5 Inferioridade.

Fonte: Michaelis on-line

Boas vibrações!

25 de nov de 2008

HISTÓRIAS DE CRIANÇA I

SOBRE DOCES E GULODICES...

Que eu sou uma formiguinha por gostar tanto de doces, isso todo mundo que me conhece sabe. Herança do vovô...
Mas que eu já fui uma gulosinha de marca maior, isso poucos sabem...
Lá estávamos nós: papai, mamãe, vovó, vovô e EU, na Bahia, em mais uma super hiper mega temporada que eu achava que nunca mais ia acabar...
Quando saímos do hotel, a pergunta que não queria calar era: -"para qual praia vamos hoje?".
Como ninguém sabia, decidimos pegar o carro e ir até alguma praia que nos apetecesse.

P.S: Nesse meio tempo, meus pais tinham comprado um pacote de balas para a filhota que só queria saber de doces, balas, sorvetes, praia e peripécias....

Entramos no carro (eu, vovó e vovô no banco de trás):
-"Pai, deixa eu pegar uma balinha?", eu disse... ENCHENDO a mão de balas.
-"Pega uma de cada vez filha, deixa de gulodice,não vai acabar.", disse meu pai.
-"Não." eu disse.

E então meu pai:
-"Então tá, vamos fazer o seguinte, eu vou parar em alguma praia por aí. Se, quando a gente parar ainda tiver alguma bala na sua mão, quantas balas você tiver são quantos tapas na bunda você vai tomar."

-"WOW!", deve ter sido o que eu pensei na hora...

De acordo com as palavras do meu queridíssimo pai, ele olhava no retrovisor e só via a gente com 3 ou 4 balas dentro da boca, mastigando sem parar, desesperado para que todas as balas acabassem e eu saísse de boa de mais uma. Tipo daddy's girl... bem coisa de filha/neta única.

Papai, claro, se matando de rir...

E depois de tamanho sufoco para tentar comer todas as balas. Sobrou-me apenas 4 para contar história...
-"Olha pai, sobraram só 4 balas.", disse eu, com cara de criança feliz, tipo aham! Não contavam com minha astúcia. Crente que o fato de terem sobrado poucas balas aliviariam os tapas na minha bunda e/ou amoleceriam o coração do papai, que neste tempo, na minha cabeça pensava: -"Tadinha, pelo menos ela se esforçou."
Engano meu:
-"Que bom... então você só vai tomar 4 tapas!".

E DÁ-LHE!!!

Hoje, já adulta, penso que a parte educativa da represália do meu pai não teria fundamento algum se ele só passasse a mão na minha cabeça, afinal de contas eu (+ vovô e vovó) me esforcei pra comer as trezentas balas que tinha pegado.

Esforço de C% é R*&A... gulosinha tem que tomar tapa na bunda!

Boas vibrações!

20 de nov de 2008

Sem mais...

Now don't you understand man universal law
What you throw out comes back to you, star
Never underestimate those who you scar
Cause karma, karma, karma comes back to you hard
Lauryn Hill
Boas vibrações!

Sol ou chuva?

Bela Ilha...

16 de nov de 2008

Para garantir a VIDA das crianças....

Informação hoje em dia é o que não falta. E ignorância também...
Estava eu outro dia voltando da Babilônia com meus amigos da ilhota. No caminho conversamos sobre tudo: medicina alternativa, falta de memória, relações familiares e até cultura racional.

Pois é...

Quando chegamos na balsa, rumo à ilhota (que já estava me fazendo muuuuuuuita falta nesses dois dias de Babilônia, onde incluem-se: multidões, empurrões, grosserias, poluição e muito, muito barulho embaixo e fora dos viadutos da cidade) está parada uma Zafira com um casal, uma velha e 2 crianças dentro que deveriam ter mais ou menos uns 3 anos de idade... família.
De repente:
-"Nossa! O cara jogou a bituca de cigarro no chão..."
Eu: -"Quem? Aqui do lado?"
-"É."

Minha atitude foi simplesmente abrir a porta do carro pegar a bituca e colocar na garrafinha de água que o Nunk bem me lembrou de fazer pra não ficar cheirando mal, afinal de contas o carro estava cheio de nuncafumanteseexconsumidoresdocâncer

E não é que o moço acendeu outro cigarro?
Bom, até aí tudo bem, afinal de contas o pulmão é dele mesmo...
E eu, já prevendo o que aconteceria dali alguns minutos, olhei através do insulfilme e, quando vi que já estava quase no final do segundo cigarro (prestes a voar pela janela), abri o vidro, peguei a garrafinha (que já tinha uma bituca dentro) e disse à ele:

-"Senhor, toma esta garrafa pra jogar a bituca fora..."
-"Não, obrigado. Eu tenho cinzeiro aqui."
-"Ah tá! Então joga esta no cinzeiro porque o senhor já jogou uma aqui no chão da balsa."

P.S.: Pra quem nunca parou pra pensar, a balsa é um meio de transporte flutuante que liga o continente a uma ilha e, qualquer coisa jogada nela, pode ir parar beeeem longe com o vento. Entende-se bem longe como MAR!

A conversa a partir deste momento começou a esquentar...
-"Mas eu pago a balsa", disse ele com um tom de gentinha rica que resolve tudo com dinheiro.
Foi quando saquei na hora o tipo de gente com o qual estava tratado. Então eu disse:
-"É, o senhor deve comer dinheiro também."
E ele bem balançou a cabeça, fazendo um sinal de positivo.
A-F-E pra ele!!!

Foi então quando a mulher dele me disse:
-"Você mora em Ilhabela?"
-"Graças a Deus, 92% de Mata Atlântica preservada.", respondi.
-"Ah, então você não conhece a gente..."
Nesse momento pensei: and why the hell should I know you?
Mas respondi: -"Ainda bem, não conheço gente porca!"

E ela ficou lá... bláblábláblábláblábláblá...... repetidafuckin'mente.
Eu olhando pra cara feia dela, ela olhando pra minha cara linda, no mínimo morrendo de vergonha por ter que defender o marido porco e sem noção que tem e tomando liçaõ de moral de uma garota ecologicamente correta e cheia de amigos e de VIDA pela frente....

INVEJA, por eu ser bonita por dentro e por fora, modéstia a parte - rsrsrsrs

Foi quando eu disse a ela:
-"Ow, fala aqui com a minha mão..." - E FECHEI A JANELINHA!

Okei, confesso que exagerei um pouco em alguns momentos, mas é que este tipo de pensamento típico de gente que acha que compra tudo e todos com seu dinheiro me irrita!

Fez merda, escuta e shutyourfuckup! GOT IT?

Boas vibrações!

9 de nov de 2008

Pra garantir o leitnho das crianças...

Venho por meio deste "vender meu peixe", sabe como é... tem que garantir o leitinho das crianças.

Pra quem ainda não deu uma lidinha no meu perfil, moro em Ilhabela, litoral norte de SP e, qui, tomo conta da Pousada Rafimar juntamente com Rafael Yamada (meu esposo).
Ilhabela é considerada por muitos um santuário ecológico, uma vez que possui aproximadamente 92% de sua Mata Atlântica preservada.

Aqui tem lazer pra adultos e crianças, para todos os gostos e para todos os bolsos. Dá pra acordar cedo e ir a uma das mais de 30 praias que tem aqui e no final da tarde escolher uma das 250 cachoeiras pra lavar a alma e renovar o ânimo.

Fora a infinidade de outras atividades que dá pra fazer. Por exemplo:
* jipe (ou lancha, ou terra e mar ou vice versa) para a praia de Castelhanos;
* lancha para a praia do Bonete;
* escuna para as praias da Fome e do Poço e parar pra almoçar no Jabaquara;
* mergulho na Ilha das Cabras ou em um dos muitos naufrágios;
* rapel nas cachoeiras;
* velejo na Armação, Ponta das Canas, Siriúba e Perequê;
* trilha do baepi, Cachoeira do Veloso e do Gato
* etc etc etc etc...

E na Pousada Rafimar não é diferente. Há opções para todos os gostos, de todos os tamanhos e para todos os bolsos.
Os apartamentos são divididos em categorias: Standard. Luxo e Super Luxo e as diárias para o mês de Novembro e Dezembro estão a partir de R$100,00 para 2 pessoas e com o café da manhã incluído, que cá entre nós... é ótimo!
Na área de lazer externa da pousada tem piscina (para adultos) com cascata, ducha e churrasqueira. Na área interna tem uma sala de TV com tv por assinatura e um sollarium pra relaxar vendo o sol se por ou virar-se e admirar o Pico do Baepi, localizado atrás da Pousada Rafimar.

Pra quem não conhece, aposto que já deu vontade de vir, quem já conhece tá com vontade de voltar...
Aproveite agora o Reveillon!
Os pacotes para 2 pessoas de 26/12 a 02/01 estão a partir de R$1450,00 com o café da manhã, o privilégio de se hospedar há 250m da praia, a queima de fogos no final do ano e as sete ondas incluídos. E o melhor: sem tirar o carro do estacionamento!
Imagina... passar o Reveillon na praia?

É mole ou quer mais?
E-mail us ou telefone: 12 3896 5999
Boas vibrações!

DAY OFF

Cachoeira é bom demais...
Eu adoro...
depois que acaba dá uma moleza no corpo,
Acho que é de tão leve que a gente se sente...
Lavador de alma de grátis!


Tem a própria Natureza;

Tem a Ciça, que fica muuuuuiiito feliz quando chega.;

Tem as meninas...

Tem os borrachudos... que apesar de nunca serem convidados sempre aparecem;

Pena que acaba!

Boas vibrações!

4 de nov de 2008

Feng Shui Interior

Outro dia recebi um e-mail da miha mãe muito interessante.
O texto falava de bagunça interior … sabe quando tudo está superficialmente nos conformes mas se você der uma olhadinha melhor verá que lá dentro, beeeem lá no fundo está tudo uma bagunça?

A corrente do Feng Shui interior mistura aspectos psicológicos das pessoas com os conceitos tradicionais da técnica chinesa de harmonização de ambientes:

“… bagunça provoca cansaço e imobilidade, faz as pessoas viverem no passado, engorda, confunde, deprime,tira o foco de coisas importantes, atrasa a vida e atrapalha relacionamentos.”
Pois é, um pouco de energia positiva não faz mal à ninguém...

OITO REGRAS PARA DOMAR A BAGUNÇA:
1. Jogue fora o jornal de anteontem.
2. Somente coloque uma coisa nova em casa quando se livrar de uma velha.
3. Tenha latas de lixo espalhadas nos ambientes, use-as e limpe-asdiariamente.
4. Guarde coisas semelhantes juntas; arrume roupas no armário de acordo com a cor e fique só com as que utiliza mesmo.
5. Toda sexta-feira é dia de jogar papel fora.
6. Todo dia 30, por exemplo, faça limpeza geral e use caixas de papelão marcadas: lixo, consertos, reciclagem, em dúvida, presentes, doação. Após enchê-las, jogue tudo fora.
7. Organize devagar, comece por gavetas e armários e depois escolha um cômodo, faça tudo no seu ritmo e observe as mudanças acontecendo na sua vida.
8. Veja uma lista de atitudes pessoais capazes de esgotar as nossas energias.

E como eu sou muuuuito boazinha... segue a lista para que nossas energias não sejam esgotadas... NUNCA!

AÇÕES QUE FAVORECEM A CRISE ENERGÉTICA PESSOAL:
1. Maus hábitos;
2. Pensamentos obsessivos;
3. Sentimentos tóxicos;
4. Fuga do presente;
5. Falta de perdão;
6. Mentira pessoal;
7. Viver a vida do outro;
8. Bagunça e projetos inacabados;
9. Afastamento da natureza.

Por isso vamos viver bem principalmente com nós mesmos.
Alimente-se bem, pratique mais exercícios físicos, não alimente pensamentos e idéias negativas, viva com os pés no chão, perdoe o próximo, pare de mentir, principalmente, para você mesmo, volte-se mais para sua própria vida e se aproxime cada vez mais da natureza e a energia que ela tem a lhe oferecer… de GRAÇA.

Eu já comecei a fazer o meu Feng Shui interior… e você???

Boas vibrações!

31 de out de 2008

Só pra não esquecer...

Pôr do Sol na Ponta
Boas vibrações

19 de out de 2008

Em busca do PUB perdido

E lá vou eu pela rotina da selva de pedra...
Vou até o shopping pagar umas continhas e de lá resolvo esticar até a Paulista, a princípio com a intenção de pegar um cineminha.

Chegando lá, desisti do cineminha e resolvi procurar uma loja para imprimir as fotos que tenho que entregar na escola, mas, por incrível que pareça não encontrei nenhum lugar que fizesse isso em 1 ou 2 horas que fosse, só pra dali 3 dias. Impressionante para uma metrópole.

Resolvo então procurar o PUB que a Quina trabalha, tentar fazer uma surpresa pra amiga que eu AMO e que não via há muito tempo. Não sei porquecargasd'água cismei que o tal PUB era na R. Pe. João Manuel.

E lá fui eu bela e formosa ouvindo o meu MP3...
E desce uma quadra, duas quadras, três quadras e ... NADA!
Pergunto pra um morador, pra um comerciante, um passante e quando dava sorte de encontrar alguém que sabia o que era um PUB a pessoa me dizia:
"- Não sei não."

Mas, continuei descendo. Passei na frente do trabalho da cunha e cheguei até o prédio da Liginha e da July. Pensei: "- Ops! Cheguei no final da tal Pe. João Manuel".

Não é possível, será que é aqui? Mas aonde? Como? Quando?, pensei.

Perguntei pro cara do bar quase na frente da casa das meninas (my last shot):
"- Oi. Tem alguma garçonete que chama Jaqueline?"
"- Não tem não. Aqui todos os garçons são homens."
"- Ah! Então tá. Obrigada."

Caminhando contra o vento, sem lenço, sem documento...
Cheguei na Rebouças, cruzamento com a Henrique Shaumman. Peguei o Pe. João XXIII e cheguei no Butantã.
Mas tinha que compartilhar isso com alguém de alguma ou qualquer forma, então liguei para o meu companheiro de aventuras, minha dupla imbátivel. E nem preciso dizer que ele quase morreu de tanto rir.

Fazia 36°C em São Paulo!
P.S.: É, acho que o PUB não era na Pe. João Manuel.


No dia seguinte:

Liguei pra Quina pra gente marcar de se ver:
"- Quini, indi í i PIB qi vici tribilhi?"
"- Ni criziminti di Ribiçis qim Firi Limi."

Okei.
Boas vibrações!

O que eu me lembro hoje

Ontem teve Creoula... aniversário do Adilson...
Depois de algum tempo fora da vida noturna de Ilhabela, voltamos à ativa e, claro, em grande estilo.
Também foi a primeira vez que saí com as minhas mais novas amigas de infância na balada. Demos risadas, tiramos fotos, falamos bastante besteira.
Passagens da balada que é bom, não me lembro de nada. Apenas alguns flashes hoje.
Depois de tantos momentos bons, ainda me lembro da argentina #$%&*#$@ que tava a fim de arrumar confusão. Pena que mexeu com as pessoas erradas!

Uhuuuu!
Apesar das vagas lembranças, foi IRADO!
Temporada chegando... Seguraaaaaa!

** O Ministério da saúde deveria advertir: vodka causa amnésia alcoólica. **

OKEI!

Boas vibrações!

Obs: Mais tarde encontro a Flávia e a Nana, a gente conversa, junta o pouco do que cada uma de nós lembra e eu coloco algumas cenas aqui!

17 de out de 2008

Curtas em SP

1. A moça da Guarda Civil Metropolitana que não sabia me explicar como eu chegava do Viaduto do Chá até a Ladeira Porto Geral...

"- Olha você me pegou... eu não vou saber te explicar."

Quando encontrei quase voltei pra explicar pra ela.

2. O cobrador mau humorado do ônibus que peguei que não queria saber de explicar a ninguém como chegar em lugar nenhum.

3. As atendentes do Mc Donald's do centro de Sp que não sabiam o que fazer. Pedi um milk shake mas não tinha, pedi então uma casquinha mas... nossa, foi um sacrifício!

4. O safado do motoboy que tava secando uma moça e logo depois sem perceber parei e pedi informação. O cara tava tão atrapalhado que se eu fosse atrás da informação dele era capaz de eu ir parar em Palhereiros ao invés da Ladeira.

Às pessoas sem-noção de Sampa, metrópole das diferenças. Ainda bem que eu sou diferente e ainda acabo achando uma desculpa pra atitude dos outros e fico numa relax, numa tranqüila, numa boa!

Afinal nem todos podem levar uma vida como a que eu levo na ilhota.
Always in a good mood!

E por último....

Um brinde à minha pessoa, turista na selva de pedra e que adora caminhar pelas ruas e avenidas de lá... só por caminhar e ver as cenas da cidade grande.
Não importa se é da Paulista à Henrique Shaumman ou só um rolezinho noturno com a Danka até a locadora!

Boas vibrações!

13 de out de 2008

Amei!

A camiseta do menino na balsa dizia assim:

"If life hands you lemons, ask for tequila and salt"!


Boas vibrações!

4 de out de 2008

Família EH! Família AH! Família....

Conheçam RAJA, a Border Collie mais bonita dessa vida e amais nova na nossa família



Porque a vira-lata mais bonita desta vida é a CiciLINDA!

Sobre as eleiçoes 2008

As eleições estão aí, não desperdice seu voto. Pense consciente mas, mesmo assim não sei se conseguiremos mudar tudo a tempo!

É promessa de cá, promessa de lá, todos eles falam TUDO, exatamente TUDO o que o POVO quer ouvir. Se aproveitam de pessoas humildes que às vezes não tem tanto acesso à informação ou não tem tanto acesso ao dimdim $$$ e PROMETEM fazer TUDO, exatamente TUDO o que o POVO quer.
Não quero com este post incentivar ninguém a votar em alguém ou ter qualquer atitude anti-eleitoreira (se é que pode-se dizer assim). O que eu quero, ou melhor, o que eu queria era que todas as pessoas tivessem o acesso necessário à informação para que assim pudessem escolher melhor os seus governantes. E não vender a preço de uma cesta básica ou duas algo que não tem preço.
O melhor seria votar em alguém que mudasse a nossa vida em uma cesta básica ou duas, mas também em saneamento básico e esgoto melhor, mais empregos, saúde, educação e qualidade de vida.

A única coisa que vejo é um bando de loucos querendo concorrer a um pote de ouro (literalmente, mas não o pote de ouro que eu acredito e que a Fla sempre delibera sobre, mas sim o pote de ouro da luxúria, da inveja, da cobiça e de todos os outros pecados capitais envolvidos neste assunto).

Em Santos, nada de carros com musiquinhas fúteis de candidatos cantadas por vozes parecidas a de cantores famosos (como é aqui na ilha), mas sim, tem carros adesivados e santinhos espalhados por toda a cidade, exceto do candidato ('n ex-professor de Biologia) Fabião (40640 - rsrsrsrs) que como um bom exemplo de biólogo e cidadão compromissado com o meio ambiente escolheu outros meios para fazer sua campanha. Apenas bicicletas com letreiros dele e placas em algumas paredes por lá. Santinhos nem pensar! Tenha santa paciência!

Em compensação aqui em Ilhabela o negócio tá feio e alguns candidatos, claro, já são apontados como favoritos. Mas eu não voto na ilhota e também não acho que nenhum deles merecem ter seus nomes citados aqui porque, pelo pouco que se vê e ouve, um vale menos do que o outro.

Aqui tem um professor, que bastante gente apóia, o slogan dele é Preservando Ilhabela, mas é engraçado isso, um pouco contraditório até, mas a campanha do cara é feita com os piores tipos de papéis, tendo em vista a reciclagem e redução do lixo e, tem santinho dele espalhado por todo chão a Ilhabela. Nem material reciclado o cara usa.
Um tantinho quanto esquisito tendo um slogan deste.
Isso porque Ilhabela é um santuário ecológico...

Outro, não sei o que é, o que faz ou o que fez da vida, diz que Ilhabela tem remédio, mas além dos santinhos espalhados pelo chão, dizem as más línguas que os caiçaras de Castelhanos não vão muito com a sua cara.

Ai, ai... é sim o FESTIVAL DA ABOBRINHA!
Assim que começou não via a hora de acabar!

Por isso é que quando não se tem escolha não deve-se votar em qualquer um que vê na frente. Eu como não acredito em ninguém prefiro votar NULO do que BRANCO porque o voto NULO pode fazer com que uma eleição seja ANULADA (uma vez que significa uma insatisfação dos eleitores) e o BRANCO é transferido no final para o candidato que tem mais votos, o que não significa, na maioria das vezes, que seja a melhor opção.

Boas vibrações e seja e o que tiver que ser.

EUREKA!

Descobri qual foi o motivo da minha última crise alérgica: a polinização da Primavera! A-F-E-!

Boas vibrações!!!

23 de set de 2008

Alergia de quê??? Diário de uma (MEGA) alérgica

Sempre soube que era dessas pessoas alérgicas a tudo e mais um pouco, mas como nada grave havia me acometido até uns dias atrás, nunca pensei em ir a um médico especialista para saber que tipo de medicamento tomar em casos de reações alérgicas surpresa!
ODEIO SURPRESAS... como esta.

Pois é, mas as duas últimas reações alérgicas (siricuticodefilhaúnica para alguns) foram LOKAS, bem LOKAS!
A 1ª e penúltima vez foi assim:

Casamento em Paraty e minha primeira experiência em eventos.
Um dia antes de viajar fui até a casa dos meninos (Tico e Vinnie) pra conversar, afinal fazia tempo que não ia visitá-las.
Pois bem, chegamos, eu e Rafa.
O pessoal de sempre já estava lá assistindo um filme.
Nos acomodamose ficamos ali conversando.
De repente começa uma coceira no meu olho e eu sem querer chamar muito a atenção, tendo disfarçadamente ir até o banheiro lavar.
Tentativa sem sucesso. Na volta meu namorado me pegou no flagrante coçando o olho e meu deu a maior bronca, tipo mãe:
"- Não coça com o dedo sujo Pri."

Okei. Finji que o olho não me incomodava mais e desisti de coçar. Pouca coisa depois, começo a ter a sensação de que meu olho está quente e inchado quando de novo meu namorado:
"-NOSSA!", chamando a atenção de todos, "Vamos embora porque seu olho tá muito inchado, que aconteceu?
"-Sei lá, mas vamos aí então", respondi.

Cheguei em casa, compressinha de água boricada gelada, sono e no dia seguinte tudo melhor, mas ainda não estava bom.
Mas como já dizia Raul: "quem não tem colírio usa óculos escuros". Vamo que vamo.

No caminho até Paraty o olho ficou ótimo. UFA!
Mas ficou bizarro.

E eu, achando que já tinha passado o pior, na sexta-feira...
Comemoração, chegada da Nana em Ilhabela depois de um longo e não muito tenebroso inverno.
"- Flá? É a Pri. Tudo bem?"
"- Tudo bem amiga e você"
"- Tudo. E aí vai fazer alguma coisa hoje?"
"- A gente tá combinando de ir no Café com Lei, vamo aí?"
"- Demoro, minha família ta na área, vou jantar com eles depois falo com o Rafa pra gente dar uma passada no café então..."
"-Okei, beijo."
"-Beijo."

Dito e feito, jantamos com as famílias e na volta passamos no café.
Quando entrei no carro comecei a espirrar muuuuuito, sem parar e logo percebi: "humm vem rinite por aí". Já fiquei ligeira mas ainda assim fomos até o café.

Chegando no café eu JURO que estava muito feliz, mas eu chorava. Meus olhos lacrimejavam horrores e o pior é que a sensação que eu tinha era a de olhos secos. A Flávia perguntou se eu tava chorando, as pessoas me olhavam (pelo menos era esta a sensação), mas resolvi desencanar. tomar uma água pra ver se mudava o semblante, mas acho que o lugar pequeno e cheio de fumaça não foi uma das melhores escolhas deste dia.

A água não adiantou muita coisa, ou melhor, não adiantou nada; só deu vontade de fazer xixi.
Mesmo assim tentei ficar mais um pouco no lugar, perguntado (toda hora) pro Rafa como estava meu olho.

P.S: Às vezes acho que sou um pouco ou até muito insegura em relação à minha aparência, não sei por que mas acho isso; pra mim ia ser a morte as pessoas começarem a olhar pra mim e falarem aquele noooosssa que todo mundo diz quando algo horroroso acontece e me perguntarem uma cacetada de vezes o que tinha acontecido e depoisqueeudissesseoquetinhaacontecido perguntariam o que eu tinha comido, onde tinha encostado, o que tinha feito etc.... e com tudo isso acontecendo eu estava abeiradeumataquedenervos o que eu menos queria era alguém enchendoomeusaco (com todo o respeito, afinal, os presentes eram todos queridosdomeucoração)

"-Ai Rafa, tá insuportável, agora parece que tem um pedregulho arranhando meu olho, vamos embora."
E ele de novo, tipo mãe: "-Pára de coçar com a mão suja."

Neste momento, por uma questão de milésimos de segundo eu não dei um belo grito na fuça dele. Fui um pouco intolerante mas nada tão grave.

"- Não amore. Você não está entendendo. O fato é que: eu não CONSIGO parar de coçar. Vamos embora. AGORA!"

Nesta noite a Adi veio com a gente de carona, passamos nas farmácias aqui da ilha mas é claro que todas estavam fechadas.

Em casa, me senti uma junkie européia na crise de abstinência... meu rosto coçava de uma maneira insana... como nunca aconteceu em toda a minha vida!

Desculpas aos amigos que estavam lá e nem me viram sair do café...
Tem dias que a noite é FODA!

P.S² : Já marquei comnsulta com o médico pra saber que diabos eu tenho e que raios eu devo fazer se isso acontecer de novo. Arrancar meu olho? Haha


Boas vibrações!

É PRIMAVERA

FELIZ 1° DIA DE PRIMAVERA!
BOAS VIBRAÇÕES!

22 de set de 2008

Just ME!


18 de set de 2008

São Paulo, 19 de setembro às 00:30


De repente do pranto fez-se o riso,
Todas as coisas que pertubavam se foram,
Até o momento definitivamente,
E me sinto bem de novo.

Com tudo o que tem acontecido,
Aprendi que,
Nada é por acaso,
E talvez as tais coisas que pertubavam,
Foram apenas obstáculos
Para que eu me tornasse o ser HUMANO que sou hoje.

Aprendi que devemos perdoar
E tentar seguir em frente.
Simplesmente porque AMO,
Não sei como, não sei quanto,
Mas tenho certeza desse sentimento.

Porque não fossem as tais coisas terem acontecido,
Tu também não serias o ser HUMANO que és hoje.

AMO!


Sem título (nem métrica),
Priscila Rocha

Extra! Extra!

Fotos novas no link pro Portfolio.
Like this!
Boas vibrações!

16 de set de 2008

To my friends

"Meus bons amigos onde estão?
Notícias de todos quero saber










Cada um fez sua vida de forma diferente
Às vezes me perguto: malditos ou inocentes?







Nossos sonhos, realidades
Todas as vertigens, crueldades



Sobre nossos ombros aprendemos a carregar
Toda a vontade que faz vingar

No bem que fez prá mim

Assim, assim, me fez feliz, assim

O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo e imperfeito




Meus bons amigos, onde estão
Notícias de todos quero saber







Sobre nossos ombros aprendemos a carregar
Toda a vontade que faz vingar
No bem que fez prá mim
Assim, assim, me fez feliz, assim








O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo e imperfeito





O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo e imperfeito."

Meus Bons Amigos - Frejat


A todos os meus amigos:
De hoje e sempre,
De perto ou de longe
De todo dia ou de vez em quando,
De ontem, de hoje e de amanhã...

Que sempre levarei em meu coração!

Boas vibrações!

12 de set de 2008

Ilhota. Look like LOST
Boas vibrações!

É tudo um bando de fdp

Como este post não vai ser muito educado, poupá-los-ei meus poucos mas importantíssimos leitores, de tamanha falta de educação.
Pois é, esse mundo tá cheio de fdp. De todos os tamanhos e para todos os gostos.

É o fdp do caixa do banco que quando eu vou pagar uma conta pega o papelzinho, tenta desamassar com carinho, fica olhando mil vezes o papel pra me dizer quanto é a porra dos juros, demora até pra pegar o dinheiro da minha mão.

Depois tem o fdp do guarda da prefeitura que sem motivo aparente algum tirou minha bicicleta de onde eu coloquei (dentro da prefeitura) e enfiou ela por entre as grades do portão. Quando saí da prefeitura ela estava na parte de fora, na grade, tipo isto não é nossa responsabilidade.

Tem um fdp de um moleque que mora no meu prédio em Santos que agora acha que dá pra tentar encarar meu pai. Tá muito sem educação.
O pior de tudo é que o fdp estudou comigo e sabe que o meu pai é meu pai.
Agora além de ter ido morar com o irmão caloteiro (afilhado do nosso excelentíssimo presidente fdp) vai desrespeitar os outros???
Paga o que tu deve e rala mané.

O fdp para o qual sua mãe trabalhou a preço de banana, só por amizade mesmo, pra não deixar um amigo falido na mão, e no final ele simplesmente ele manda ela embora, demora nãoseiquantotempo pra pagar o que é dela e ainda tenta tirar vantagem e fazer mutreta em cima dela como faz com as pessoas com as quais tem negócios.
Paga o que tu deve também e rala mané!

Tem fdp que nem me conhece direito, nem conhece minha personalidade e caráter e ainda inventa de falar muita coisa sobre o meu jeito de ser pros outros.
Você não tem mesmo que acreditar em mim, nem te conheço direito. Na verdade, você nem deveria se preocupar em falar de mim.
É aquela velha história: se cada um se preocupasse mais com a própria vida, sobraria menos tempo pra se preocupar com a vida dos outros.

Sabe, tem gente que fala demais e não tem nada a dizer, já dizia Renato Russo. Olhe pro próprio rabo e confirmem se não está preso com ninguém.


TOP 5 - os melhores fdp da minha vida:
1- Ciça, minha cachorra, que se emociona tanto quando vê alguém conhecido, que é tão inteligente ao ponto de reconhecer o carro do Rafa e do adestrador que quando vê um carro igual ao deste último sai correndo sem eira nem beira e é atropelada.
2- O Rafa (sorry sogra) que me ama tanto e me trata tão bem que me faz morrer de saudades toda semana que venho pra São Paulo.
3- Meus pais por me amarem tanto e sempre e só pensarem em mim em todas as decisões da vida deles.
4- Meus avós pelo que fizeram por mim e pelo brilho que tem nos olhos quando me olham.
5- A VIDA, que de tão boa que tem sido comigo e pra mim tá se saindo uma bela fdp.

E, é por causa destes fdp que eu sigo em frente, mantendo a corrente forte.

Boas vibrações!

Já fiz minha boa ação de hoje.
Fui até a padaria e comprei um pão suuuuper recheado para o senhor que estava pedindo dinheiro do lado da padaria.

- "O senhor quer um pão?", eu perguntei.

Não sei porque ele nada me disse. Não disse que queria nem que não queria... tampouco agradeceu.

Okei... já disse alguém antes de mim:
-"Fazer o bem sem olhar a quem."

DONE.

Boas vibrações!

8 de set de 2008

Deixa a vida me levar

Cada dia que passa tenho mais certeza do que quero pra mim e do que gosto. Isso vale para a minha vida pessoal e profissional.

Sempre fui muito fotomaníaca (se é que tal verbete existe no dicionário) mas, por algumas interpéries do destino nunca pude ter uma boa câmera digital.
E, quando digo boa é BOA mesmo, tipo semi-profissional ou profissional.

Minha família já teve seus altos e baixos. Os altos foram quando eu era pequena, que sendo filha única, tinha tudo e mais um pouco, ganhava tudo, até o que não queria.
Na adolescência, como todos os outros aborrecentes eu queria sim ter tudo do bom e do melhor, tipo uma câmera digital que acabara de ser lançada e, no meu colégio de playboy era uma de cada cor ou um celular do mais moderno na época... whatever.
Todos os meus amigos (ou a maioria deles) tinham as tais câmeras digitais (uma mais bonita e mais moderna do que a outra) e não se cansavam de levá-las a aula para mostrar as fotografias porcaria que tinham feito no final de semana que foram para a casa de praia em Maresias.

(E eu pensava.... ai se essa máquina fosse minha... teria feito fotos bem melhores.)

Dificuldades à parte, nunca fui mimada o bastante para fazer bico, bater o pé e chorar porque não tinha ganhado algo que queria (papel típico de filhinhadepapai). Pelo contrário, tinha consciência o bastante para reconhecer que por um tempo eu tive tudo, mas agora não dava.
Não dava mesmo!

Mas ficava contente de fuçar os milhões de sites de fotografia e de fotógrafos que achava no google ou qualquer outro meio de informação que tinha. Salvava 1 milhão de fotos no meu computador, todas que eu gostava e com as quais meu olhar se identificava.
Pensava no dia em que o nome no rodapé daquela foto IRADA a fim de proteger os direitos autorais seria o MEU.

Lembro como se fosse hoje... no dia 13 de dezembro de 2006 (meu aniversário, diga-se de passagem) cheguei no meu quarto, olhei pro embrulho em cima da cama, mais do que depressa rasguei o papel de presente e tchan tchan tchan tchan... era a minha câmera. Confesso que este foi um dos melhores presentes da minha vida. Era o que eu mais queria afinal.
Tinha também uma cartinha dos meus pais junto com o presente, dessas que eles escrevem (pelo menos os meus) no aniversário dos filhos e que emocionam.
Chorei. Chorei por pensar que eles não tinha condições de gastar o dinheiro em uma câmera mas o fizeram, e de coração. É o tal amor de Mãe, e quando digo mãe, lê-se mãe e pai.

A câmera era humilde, uma Samsung 3.2MP, mas era um começo e eu já podia começar a olhar e fotografar as cosas de uma forma diferente, à minha maneira: SOB O MEU PONTO DE VISTA.
Graças a um acidente, perdi a câmera. Se o dia mais feliz da minha vida foi quando a ganhei, o mais triste foi quando a perdi.
Mas, esforços à parte, no ano seguinte ela foi substituída (UFA!). E desta vez aumentamos um pouco. Uma Samsung, mesmo modelo da antiga, mas desta vez uma 5.0MP que ficou sob meu poder até mais ou menos 2 meses atrás.

E dentre as coisas boas que aconteceram comigo este ano, uma delas foi a Canon que ganhei do meu pai. Semi-profissional. Aí siiiim.
Junto com a câmera, veio também uma nova perspectiva de vida e das coisas. Um novo olhar, um novo recomeço.
Decidi que quero e vou ganhar a vida assim. Por isso vou pra Babilônia 1 vez por semana fazer um curso e cada vez mais tento aprimorar meus cohecimentos.

E o que me faz continuar é a minha "sorte". Depois do primeiro dia de curso (uma quinta-feira) voltei pra Ilha na sexta e, quando encontrei o meu namorado ele já veio logo me dizendo:
-"O Boca precisa de alguém pra tirar umas fotos da Regata que ele vai organizar. Falei que você ia fazer."
E eu, chocada respondi: -"Okei."

E de lá pra cá não param de surgir oportunidades sem que eu nem tenha que procurar por elas. As fotos do campeonatinho de kite foram publicadas, uma pessoa me chamou pra trabalhar com evento aqui na Ilha para fotografar casamentos quando eu concluir o curso e muito mais.
Fora que acabei de me cadastrar no site do Olhares e postei lá apenas duas fotos que só renderam elogios.

É isso que eu quero: registrar momento inesquecíveis, lugares maravilhosos, olhares de outros olhares e o meu próprio olhar.
Agradeço à minha família por sempre fazer meus sonhos virarem realidade. Cedo ou tarde.
OBS. Mãe! Não chora tá?! Amo vocês!!!


Obs.: Confesso que até tinha uma invejinha dos meus amigos que apareciam com suas câmeras moderníssimas para a época. Pois é... TINHA.

Agora o nome que tá lá, no rodapé da foto é o MEU: Priscila Rocha - Todos os direitos reservados

"PARA O ALTO, E AVANTE"

Pra quem se interessar:
Kitesurfmania (matéria da Regata o Rei da Ilha)
Portfólio (em construção)
Olhares

Contatos aqui!


Boas vibrações!

5 de set de 2008


Ciça sofreu um acidente... mas ainda bem que está tudo bem...
Agora, mais do que nunca tratamento de choque!
Boas vibrações

DechinelonocentrodeSãoPaulo

Hoje acordei de manhã e fui até o centro de Sampa comprar umas coisas novas para minha câmera, novidades para mim (mas velhas para a Fotografia) porque estou empolgadíssima com o curso.
(Filtros: de proteção, polarizador, de efeitos.
Comprei até uma bolsacomcaradebolsa para a câmera.)

No caminho da casa da Flá até lá (2 estações de metrô de distância) fui caminho ao som do mp3 e calçando um par de Havaianas (as legítimas, claro!).Fiz do som trilha sonora da minha curta andança pelo centro.

(Foi desde Corine Bailey. Lily Allen, Marisa Monte, Mundo Livre S.A, Natiruts, Teatro Mágico, Chilli Peppers à Sabotage)
Algumas coisas que eu vi por lá:

  • Tinha um tiozinho vestido de pai de santo jogando búzios e oferecendo seus serviços para o pessoal;
  • O véio que passou do meu lado dizendo: "Aaaaadvogado trabalhista, primeira consulta grátis" com aquela voz de radialista do tempo da vovó;
  • Uma senhora que praticamente corria com um andador (não sabia que as pessoas que precisam deste aparelho conseguiam fazer isto)
  • Tinha também eu, que parei numa loja pra comprar o que queria e de repente, não mais que de repente, paguei, coloquei meu óculos e fui embora. Quando os dois caras da loja disseram (um de cada vez):
-"Ei moça! Você não quer a nota?".
E o outro cara disse:
-"E os filtros?"


QUERO VOLTAR PRA PRAIAAAAA!!!



Boas vibrações!

Obs.: Não sei porque este post ficou todo desconfigurado.

Foto do alto do Pico do Baepi
Rafael Yamada

30 de ago de 2008

Alguma coisa acontece...

Toda hora penso no que postar, mas ando sem criatividade e um pouco sem paciência pra Internet...

Sempre penso em várias histórias legais pra colocar aqui mas, me deparo com a tela luminosa do monitor e... PUF! A história e todas as palavras somem, assim... de repente.

Como acabou de acontecer.

Vim aqui pra postar uma das minhas histórias fantásticas e... e nada né!?
De novidade mesmo só que uns amigos meus que eu amoooo vieram passar uns dias com a gente aqui na ilhota.
Pra vocês fica só a fotinho do nosso role!

(Acho que ando meio desligada....)
Mesmo assim, boas vibrações!

Foto: Noixx (temporizador)
Escorregou, morreu

26 de ago de 2008

Dor de cotovelo


Tatuagem é de verdade, dói e não sai mais... NUNCA MAIS!
Eu com as minhas 4 tatuagens sei bem disso.

Algumas pessoas fazem tatuagens para marcar uma época da vida, uma boa ou uma má fase, pra deixar viva a lembrança de alguém, ou algo que simbolize alguém ou alguma coisa.
Conheço pessoas que não podem passar na porta de um estúdio ou acompanhar uma amiga que não se agüenta, já sai logo com uma marca.

Tem gente que faz qualquer coisa e depois se arrepende, tem gente que acha que vai fazer algo legal e fica uma óstia, tem gente que pensa, pensa, pensa e quando faz acha que era melhor não ter feito e tem gente que faz só por fazer, só porque tá na moda.

Ah! Também tem aqueles que não fazem por achar que a própria loucura é não ter nenhuma mancha numa terra de marcados.

I SAY FUCK THE FASHION! Eu gosto mesmo é da arte, e digo mais... tatuador é que nem cabeleireiro: não dá pra trocar, assim, de repente.

A última das 4 que tenho pensei pouco e tentei agir de acordo com o meu impulso. A tattoo é legal, idéia minha, mas acho que deveria ter esperado um pouco mais. Não estou arrependida, apenas acho que deveria ter pensado melhor.
Só isso. E ponto final.

Eu, que nunca pensei em fazer tattoo para os outros fiz a mais nova no cotovelo. Pequenos coraçõezinhos em homenagem à minha filhota Cicinha. Achei óóóótima e estou apaixonada por ela.
Mas... essa doeu viu... oooo dorzinha chata!
Todas elas tem um significado pra mim, e não para os outros.
Agora os corações, é muito amor.

Mas, a minha favorita continua sendo o Buda nas costas.
Toda a energia positiva para o mundo e para os meus.

Porque eu sou assim, positiva, e vibro rosa... para o MUNDO!

Para Rafa, Cicinha e eu!
Porque EU AMO e marco pra sempre na pele.

Boas vibrações!

19 de ago de 2008

?! Fun for me ?!

i dreamt that I was dreaming
i was wired to a clock
tickled by the minute hand
tick tock tick tick tock


dream I'm on a train and it is making music
don't remember getting on
clickity click clickity clicki


dreamt that I was very tall
i was bigger than king kong
heard the bells the bells are ringing
a ding dong a ding dong


dream that i am sitting in the devil's company
he gave a solemn promise fe fi fo fun for me
i dreamt that i was chasing the monster out of me
i caught him in the corner ha ha hee hee hee hee

dream i'm in a tunnel between here and now
scooby doobie where would you be?
bow wow wow wow


i dream i'm at a crossroads no place left to go
i look in each direction eenie meanie miny moi
dream that i am spying it's you i'm looking at
there's a knocking at the window a rin tin tin tin a rin tin tin


dream i am an ostrich head deep in the sand
there is a rhythm that's a playing fantastic elastic band
dream that the bogeyman went down on Mr. Spock
sugar was a flowing sock it to 'em sock

i dreamt i saw a moo cow jump across the moon
just a flight of fantasy zoom zoom zoom
dreamt i met a spaceman who took me to a ship
you know he cut my hair off snip snip snip

dreamt that i was sleeping asleep for heaven's sake
the dream that i was dreaming it caused me to awake


dreamt i was way up i was standing on the top
with the feeling i was falling bop beep bop

dreamt that i was jumping in a circus through a hoop
someone shut the lights off shoo-be-doo

dreamt that i was fast i was never shutting up
i was going in a hurry i was giddy-up giddy-up

dream i'm in the park i'm standing in the nudey
i'm getting what i wanted tootie fruity tootie fruity

fe fi fo fun for me fun for me

dreamt I was dreaming i was wired to a clock
tickled by the minute hand tick tock tick tick tock
dream I'm on a train and it is making music
don't remember getting on clickity click

dreamt that i was very tall bigger than king kong
heard the bells are ringing a ring ding dong

dream i am an ostrich deep in the sand
rhythm is a playing fantastic elastic band

Moloko
Fun for me

18 de ago de 2008

Paraísos Artificiais

Chegaram na Vila e foram até o Estaleiro do Futuro (supposed to find Ms. Melissa).

Ele pediu cerveja, ela caipirinha.
Lá encontraram amigos de outras horas (except Ms. Melissa), engraçadíssimos por sinal, e muita coisa já aconteceu, mesmo sem nada na cabeça.
Conheceram o Bidico, caiçara tradicional que depois descobriram que foi confundido com o pai de uns amigos, não de propósito claro, mas é bem difícil duas pessoas terem o mesmo apelido, ou melhor, este apelido.
Enfim, caipirinhas vão e caipirinhas vem (literalmente) e a noite é uma criança, ops, uma biba. Aniversário de dois mega queridos, roomates dela de outrora em outro bar bem próximo; colado na verdade, era uma questão de dobrar a esquina.

E como todo dia de festa merece uma comemoração à altura dos dois, prepararam claro, algo especial para a noite. E lá foram os dois e os amigos dobrando a esquina.
Esquina paranóia delirante.
Quando chegaram ficaram numa boa. No canto esquerdo, numa mesa só com balde de gelo (dá o clima da noite).
Noite e companhias agradáveis. A noite estava ótima, mas ela tomou tanta água que logo foi ao banheiro. Alguma coisa estava diferente, mas ela ainda não sabia dizer bem o que era.

(No banheiro)
Ela ficou aproximadamente 4 minutos na fila e percebeu que o que estava diferente era sua sensibilidade, tanto física quanto psicológica e começou a se perceber mais.
Era uma loucura. Os pés dentro da bota que há muito não usava estavam com uma sensação de formigamento e o corpo com uma leveza tão alucinante que ela, por pouco, não perde sua vez no banheiro.
Quando voltou chegou até a comentar com o amigo que agora a balada poderia esvaziar que ela ficaria ali numa poderia. Queria parar mas não conseguia.

(Voltando à mesa)
De repente ela olha pro lado e quem adentra o lugar é um dos mais novos amigos deles. E tava tudo mais ou menos quando ele chegou, afinal ele já havia tomado meia CAIXA de cerveja em casa. Mas ele apareceu, sozinho, e aposto que foi ótimo pra ele de repente achar que poderia ser um erro estar ali naquela hora e de repente, ele tomar 2 copos (palavras dele) de whisky na faixa. Na verdade, 2 copos grandes foi o que o amigo lembrou no dia seguinte, mas ela, que estava só de água a noite inteira sabia bem que 2 não era nem a metade do que tinha rolado ali.
Quando ela com o namorado do lado do DJ, aí ferrou. Era tanto louco junto que ela não conseguia dar conta. Seus maxilares doiam e os olhos já não mais abriam de tanto que dava risada. Mas a imaginação continua fértil, como poucas vezes.
Ela dançava como se ninguém estivesse olhando e voava, ele a admirava, o amigo tomava mais um copo, os outros amigos... estavam sempre lá. Daquele jeito.

E ela foi mais uma vez ao banheiro...
Até encontrou um amigo antigo de sua cidade natal que perguntou: -"O que VOCÊ está fazendo aqui?". E ela pensou -"Hey amigo, você que tá de turista aqui. Porque eu já estou há 2 anos por estas praias."
Quando saiu foi procurar o namorado, mas ele não estava e um amigo disse a ela que ele tinha ido encontrar outro amigo de SP no Estaleiro do Futuro. E lá foi ela atrás dele e do Kbra.
Encontraram-se, mas como ela não parava resolveu voltar. Quando voltou a balada estava melhor do que nunca, ou ela começou a reparar nisso mais do que nunca.

Enfim foram tantas cenas indescritíveis nesta noite. Pena que ela não lembrou de todas...
Tinha coisa até que deveria ser proibida como disse o amigo na hora em que ela e ele viram uma moça gorda apoiada no balcão do bar com o balanço no peito e com um gingado e um olhar 43 em cima de outro moço indescritíveis.
No final, os namorados ficaram preocupados com o amigo, mas ele estava bem tranqüilo (palavras dele). E sabe com terminou a noite? Na casa de uma amiga:

- "FLAVIA MELISSAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!"

Ai, Ai esses paraísos artificiais de Aldous Huxley...

P.S: Essa história aconteceu com o amigo de um amigo de um amigo meu.

Boas vibrações!

17 de ago de 2008

Paraísos Artificiais - Curtas




Cena 1:
(Protagonistas: Bruno e Priscila)

Ele: -"Ainda bem que por aqui ainda não tem bafômetro... pelo menos no caminho até o Sul".
Ela: - "Porquê? Não entendi".
Ele: -"Porque eu não sei nem como vou parar o carro naquele lugar. Pensei em largar na estrada com o pisca alerta ligado"...

Ele e Ela: KAKAKAKAKAKAKA!!!

Cena 2:
(Priscila, Rafa Yamada, Bruno, Felipe, Cássio, Tico)

Ela: - "Genteeeeee, quero parar mas não consigo!"
Ele: - "Então voa amore, vooooa".

3ª Cena
(Protagonistas: Priscila, Vinnie e Bruno)

Ele: -"Vou participar das Paraolimpíadas. 100m com muletas".
Todos: - "KAKAKAKAKAKAKA!!!"
Ela: - "As muletas são ótimas pra você Vinnie. Quem ficar na passagem é só de muletada no $%!" (sorry guys!)

Todos: "Pula Pirata"

Atrapalhações e loucuras de um sábado à noite...
Tem dias que a noite é foda!


Boas vibrações!

9 de ago de 2008

The Way Back

Estação Marechal Deodoro
Baldeação: Sé
Baldeação: Paraíso
Consolação

Jd. João XXIII
Av. Rebouças
Raposo Tavares

Marginal Tietê
Ayrton Sena
Carvalho Pinto
Tamoios

Caraguatatuba
São Sebastião

It's a beautiful island, can't you see it?!
Ufa! Voltei!
Boas vibrações!

7 de ago de 2008

É assim que a gente gosta!

A gente gosta de morar em Ilhabela, de passear com as filhotas
Como se fosse o evento do ano porque vira tudo uma bagunça só;
A gente gosta de caminhada, pôr do sol e cachoeira
(mesmo ainda não tendo feito tais coisas juntas);
A gente gosta de se atrapahlhar (até nas palavras) e ficar vendo o tempo passar;
A gente gosta de ORIGAMI e ORIGANG porque é um aprendizado a cada vinco que se faz;
A gente gosta é de aproveitar a vida.

Por isso tudo e muito mais a gente gosta de apoiar nossos namorados,
Adoramos ver eles seja velejando e fazendo novas e importantes amizades,
Seja eles fazendo tattoo por um precinho camarada
Porque sabe que isso será bem importante no futuro

Graças a isso muita coisa pode estar garantida,
Seu emprego,
Meu trabalho como fotógrafa,
As despesas de nossas filhas graças ao kite,
Nossa vida como uma família.

A gente gosta dos namorados que servem pra alguma coisa!


P.S: Namorados de plantão, por favor não se zangem.
Isso foi só pra render um post legal!
Vocês servem pra muito mais do que isso! That's why we love you!

Aos desconhecidos e indesejáveis

Sim, para a tristeza de vocês e alegria do casal e do casal AMIGO do casal, estamos bem. Afinal acredito que seja esse o motivo de tamanha fuxicação nos meus sites pessoais: ORKUT, BLOGs e o que mais tiver que nem eu sei.

Aqui estão algumas novidades pra vocês, xeretas, desconhecidos e indesejáveis:
* Sim, Eu e meu namorado estamos morando juntos há um ano quase, já temos uma filha e estamos programando a chegada de mais uma.
* Sim, eu sou agora a mais nova amiga de infância da ex do meu namorado. Só pra vocês terem uma idéia do quanto as coisas fluem bem entre a gente.
* Sim, também o casal de amigos mais próximos na Ilhabela também está bem. Ambos estamos na correria para o futuro. É tipo aquela pergunta "Como você se vê daqui 5 anos?".
Bom eu, Priscila Rocha, me vejo bem feliz no campo pessoal (onde já estou) e no profissional.
Para aqueles que ainda não sabem (essa para amigos) agora eu sou fotógrafa e toda semana venho pra Sampa fazer o meu curso. Aliás, minha carona para a Babylon é a ex do meu atual.
Para os pouco desenvolvidos é bem difícil de acreditar. Já para os mais evoluídos é mais do que natural.

Mas gente até entende... por isso somos tão pacientes com vocês, desconhecidos e indesejáveis.
O problema é que tanta fuxicação tá ficando chato. Na verdade JÁ ESTÁ bem chato.
Esse negócio de entrar no orkut para fuxicar a minha página com a senha da amiga pra mim não cola... ainda mais quando a amiga tem fotos suas pra eu saber bem quem você é.
2 dicas: ou desative o cagueta do orkut, pelo menos porque NÓS já não aguentamos mais a paranóia de vocês, ou simplesmente arrume alguém ou o que fazer pra ser mais feliz porque quem vive de passado é museu!
Como os desconhecidos e indesejáveis só chegam até aqui ou até ali por meio das nossas páginas no orkut, fica só um lembrete (que já está no orkut, mas a curiosidade deve ser tanta que nem dá mais tempo de ler): NÃO tem NADA pra vocês aqui! STAND OUT!

Sem mais,

Boas vibrações!
Foto site Olhares
"Nem sempre estamos com vontade de encarar"
Pra bom entendedor uma foto basta!
Chá de simancol galera!


2 de ago de 2008

Dia Nublado



E ela chora por não achar justo
Porque não acredita que ele possa pensar que,
Algum dia, em toda a vida dela junto a ele,
Ela se referir-se-ia a ele desta forma.

Chora por vê-los chegarem a casa e continuarem sem se olhar nos olhos
Ou dizer quaisquer palavras, de amor ou ódio.
Até a hora de dormir.

Vão dormir calados.

Chora por ele ser assim:
Gostar de interpretar as coisas que ouve
Sob um ponto de vista próprio.
Não entende o que as palavras realmente querem dizer.

Ela chora e ele finge que não vê.

Ele tenta mostrar que está bem
Em seu pedestal cheio de ego,
Borbulhando a todo vapor.

Sabe que ela o olha,
Mas não retorna o olhar.

Tem bastante lugar perto de mim...

Mas você...
Você finge que não vê!


Boas vibrações!

30 de jul de 2008

Pois é...

Acho que também tô falando como as minhas mais novas amigas de infância.
http://flaviamelissa.blogspot.com
http://noiasedelirios.blogspot.com

Adooooooooooooro!

Mu Team.

Boas vibrações

Esse não podia faltar

Desculpem o momento faltadecriatividade.
Isso acontece ultimamente graças a minha rotina:quartaSampa,quintacursodeFotografia,sextaIlhabela,Origang,Mosaicoeafins.
Mas esse dia, ou melhor, esta noite sobre a qual discorro a seguir, foi bem legal e claaaaro que rendeu um post.


Festa é demais... muito legal mesmo...
Ainda mais quando todos estão loucos e você tomou apenas 1/2 caipirinha (ruim) preparada por um rapaz um tanto quanto maluquete. Só pra ter uma noção, quando ele foi colocar a caipirinha no copo era tanto limão que não cabia... mas ele queria que coubesse...
Todos estavam bem bêbados e eu escolhi ficar só observando os acontecimentos. E não me arrependi; aliás, acho que deveria fazer isso mais vezes.
A festa nem tava tão boa assim, mas valeu penas cenas totalmente inusitadas que foram presenciadas por mim.

Luz, house rolando na festinha e a galera levando super a sério a filosofia do "Dance Like No One's Watching" mas, eles não contavam com minha astúcia...

Alguns dos momentos por mim presenciados serão listados abaixo:

A moça que dançava super livre, hiper leve e mega solta com um outro rapaz que dançava todotodo com ela enquanto olhava pro amigo e fazia um gesto (terrível) de afogandooganso seguido de uma caradecafadocaramba. E o coitado era feio que só, daqueles que se bobear foi embora sozinho da festa sem ninguém ver e no dia seguinte pros amigos diz:

-"Nossa brother... 4... sem parar". Ahhhhh mafafavô!!

Outra moça cismou comigo, bem comigo, coitadinha de mim:

- "Oi flooooor querida... tudo bem?"
- "Oi, tudo bem sim."
- "Que bom.... Cadê seu namorado?" - (parecia que era a única coisa que queria saber... novidade! Pffff!)
- "Foi lá no bar pegar uma breja."
- "Nossa Pri, você sabei que eu AMO meus amigos que não são nem tanto céu, nem tanta terra? E você está desse jeito. Está entre as duas dimensões da festa... olha!" - diz a tal olhando pra cima.

Pois bem meu povo, eu olhei... e sabe o que eu vi? Pois eu digo o que vi:
Vi uma faixa d decoração que dividia a festa porque o quintal era muito grande... e a coitada da moça achava que era tipo um porta... e jurava de pés junto que a energia dos dois lugares era diferente... ainda bem que eu tava meio a meio... UFA!

Momento indignação: sabe o que é? É que eu sou daquelas queachaquesimpatiaDEMAISsoaFALSO, e, assim, você um dia disse que minha energia é muito boa e que eu sou uma pessoa linda e bla bla bla... mas bem que agarrou logo a primeira oportunidade de dar em cima do meu namorado descaradamente (praticamente na minha cara).
Soooooooooooo... não serei simpática e terei prazer em fazer você perceber... a não ser que peça pra eu desenhar...

Enfim...

Tinha outra moça lá que me cobrava por um tal Calendário Maia que um dia, quando ela era casada com um amigo meu, eles viram e então eu falei:
- "Tudo bem pode ficar com vocês por um tempo".

Ela agora pensa, ou dá de louca que eu DEI o tal calendário pra ela e me cobra toda vez que me vê: -"Cadê o MEU desenho?"
Ah Péralá...

Primeiro: não é um desenho, e eu nunca falei assim dele. É um Calendário Maia.
Segundo: Não é também qualquer Calendário Maia. É um Calendário Maia desenhado e pintado a mão no papiro (tipo de papel original ao que foi encontrado o original) por um jogador de hóquei Mexicano que eu conheci! Como posso dar uma coisa dessas??? Alguém aí tem uma explicação plausível?????

Tava na festa também o ex-patrão, futuro candidato a vereador da Ilha faendo a social que é comum aos políticos. Tava lá, daquele jeito mazanza de sempre... e bêbado. Sabe quando a pessoa tá tão chapada, mas tão chapada que fica toda mole e às vezes até dá uma desequilibrada pra trás... pois é, tava bem assim. Uhuhuuuhuuuu!!!

Ah! Descobri também que ele bêbado fica um porre e pesa!
Redundismos a parte, era isso mesmo!

Também tava na festa EU careta. E esta foi a melhor parte...
Tava lá eu, meus olhos que não perdiam nenhum momento e meu Gudang sossegados quando decidi ir pegar um goró no bar (mais tarde fui perceber que este goró era a 1/2 caipirinha do começo do post). Fui... no meio do caminho encontrei um amigo:

- "Nossa... muito alto o som aqui. Como conseg.."
- "Quê?", diz o amigo
- "Muito ALTO o som aqui!"
- "Ahhh! Assim é que é bom."

Dei um sorriso como quem já estava de saída, mas pensando:

Momento pensamento: "whatever.... o que você entende de eletrônico né... festa com goró de graça... tá lindo mesmo pra quem gosta de cerveja. Já eu que não gosto, vou pagar cincão pela caipirinha do maluco ali.

É muito importante ressaltar que os fatos por mim descritos a seguir aconteceram em 1 milésimo de segundo.

Sabe aquela luz que faz todo mundo dançar em camera lenta? Pois é, me sinto mal com ela, aacho que é um tipo de fobia sei lá.
Enfim, o importante é que por alguns momento a luz estava iluminado o meu caminho quando de repente....

Depois do sorriso, me virei e comecei a ir em direção ao bar, mas a luz que eu odiava (mas que no momento tava dando uma força), resolveu dar um intervalo maior entre seus piscas bem na hora que eu ia subir um degrau pra chegar no bar.

Foi quando... OOOOOOPS! Did it again!
Me estabaquei no chão.

Louco pra uma careta no meio de tantos chapinskis!!!

Ainda bem que ninguém percebeu, a não ser um amigo que ia na minha frente. Dei uma cabeçada na bunda dele e escapei de não levar um tapa porque ele pensou que era um macho empurrando ele. Ele só amassou o copo descartável que tava com outro goró feito pelo maluquete.

Levantei peguei a caipirinha do maluco e ficou assim... quem caiu? Hein? Hã?!

P.S: Ainda bem que esqueci de pagar os cincão da caipirinha!

Boas vibrações!

29 de jul de 2008

Você pediu...

E eu só obedeço.
Tá lá... comentários no blog de fotos, Melissa!

Boas vibrações!

24 de jul de 2008

Força e Fragilidade

"Faça um esforço para considerar como coisas transitórias todas as circunstâncias adversas e inquietações. Como ondulações na água de um lago, elas surgem e logo desaparecem. À medida que nossas vidas são carmicamente condicionadas, caracterizam-se por infindáveis ciclos de problemas. Um problema aparece e passa e logo em seguida surge outro"

"Carma é uma palavra sânscrita que significa 'ação'. Designa uma força ativa, significando que o resultado dos acontecimentos futuros pode ser influenciado por nossas ações. Supor que carma é uma espécie de energia independente que predestina o curso de toda a nossa vida é incorreto. Quem cria o carma? Nós mesmos. O que pensamos, dizemos, fazemos, desejamos e omitimos cria o carma. Não podemos, portanto, sacudir os ombros sempre que nos defrontamos com o sofrimento inevitável. Dizer que todo o infortúnio é mero resultado do carma equivale a dizer que somos totalmente impotentes diante da vida. Se isso fosse verdade, não haveria motivo para se ter qualquer esperança."

Sua Santidade, O Dalai Lama
Foto: Paulo Vasconcelos Neto
Boiçucanga - Lit. Norte
Boas vibrações!

News 2 - 1ª Regata O Rei da Ilha

Fotos da Regata publicadas no site www.kitesurfmania.com.br
Quem quiser vailá ver.

O link está na seção Hot News - 1ª Regata o Rei da Ilha.

E como já diria minha parceira "para o alto e avante".

Boas vibrações!

News

Fotos novas nos blogs de foto!
Take a look!



Boas vibrações!